Solução de Cloreto de Potássio

Fábrica com tecnologia europeia: Qualidade e segurança.

11-Solução-de-Cloreto-de-Potássio

OBSERVAÇÕES

SOLUÇÕES PARENTERAIS DEVEM SER ADMINISTRADAS POR PROFISSIONAIS DE SAÚDE QUALIFICADOS. A automedicação ou administração por pessoas não treinadas pode resultar em complicações graves.

A ADMINISTRAÇÃO DE SOLUÇÕES PARENTERAIS REQUER
ATENÇÃO CUIDADOSA ÀS DOSAGENS PRESCRITAS. Erros na diluição ou quantidade administrada podem levar a efeitos adversos graves ou letais.

OS PRODUTOS DEVEM SER ARMAZENADOS
CORRETAMENTE CONFORME ORIENTAÇÕES DO
FABRICANTE. O armazenamento inadequato pode levar à
contaminação do produto e à perda de sua eficácia.

A ADMINISTRAÇÃO DE SOLUÇÕES PARENTERAIS DEVEM
SER ACOMPANHADAS E MONITORADAS. Alterações nos
parâmetros, como pressão arterial, frequência cardíaca e níveis de oxigênio, podem indicar complicações que exigem
intervenção imediata.

NÃO UTILIZE se houver violação no lacre do frasco ou
turvação no medicamento.
Não use medicamento com PRAZO DE VALIDADE VENCIDO,
pois ocorre perda de sua eficácia terapêutica e risco de
efeitos indesejáveis.
As ampolas devem ser usadas logo após a sua abertura, NÃO DEVENDO SER GUARDADAS, para uso futuro.

Solução de Cloreto de Potássio

Solução injetável, límpida, estéril e apirogênica.

CARACTERÍSTICAS FARMACOLÓGICAS
Cloreto de Potássio é um repositor de eletrólito, sendo formado por potássio e cloreto, dois íons normais e abundantes no organismo. É o sal de escolha para repor estoques de potássio diminuído por diuréticos tiazídicos ou de alça, por diarreia intensa e pelo uso de corticosteroides em consequência de doenças das suprarrenais ou nas doenças tubulares renais.

INDICAÇÕES
Tratamento de hipocalemia, alcalose metabólica, podendo também ser utilizado no tratamento de intoxicações digitálicas.
Pode também ser usado em pacientes nos quais a depleção de potássio representa risco
elevado, como pacientes cianóticos ou digitalizados.

CONTRAINDICAÇÕES
Hipercalemia de qualquer origem, insuficiência renal grave com oligúria, doença de Addison descompensada, paralisia periódica familiar, desidratação aguda em fase de hipovolemia, diarreia grave, nefropatia com perda de potássio, choque térmico, politraumatismos e em portadores de anemia falciforme.

POSOLOGIA E MODO DE USAR
O modo correto de aplicação e administração do medicamento é pela via intravenosa.
A posologia é muito variável e depende da indicação clínica e das perdas, no entanto, geralmente emprega-se as seguintes doses:

Adultos: Infusão IV, 10 a 15 mEq três ou quatro vezes ao dia, normalmente não mais
que 3 mEq/Kg. Os pacientes que utilizam diuréticos tiazídicos ou de alça podem exigir 80 a 100 mEq ao dia.

Tratamento de urgência: Infusão IV, 400 mEq/dia em uma concentração apropriada e com uma velocidade de até 20 mEq/hora;

Doses pediátricas: Infusão IV, 3 mEq/Kg/dia ou 40 mEq/m²/dia. Um grama de Cloreto de Potássio proporciona 13,41 mEq de potássio.

Via de administração: Intravenosa e individualizada.

APRESENTAÇÃO
Sol. Inj. IV de Cloreto de Potássio
10% – Cx. 200 Amp. Plas. Trans.
com 10 mL
Sol. Inj. IV de Cloreto de Potássio
15% – Cx. 200 Amp. Plas. Trans.
com 10 mL
Sol. Inj. IV de Cloreto de Potássio
19,1% – Cx. 200 Amp. Plas.Trans.
com10 mL

COMPOSIÇÃO
Cloreto de Potássio 10%
Cada mL da solução contém:
Cloreto de Potássio ……….100 mg
Água para Injeção ………q.s.p. 1 mL

CONTEÚDO ELETROLÍTICO
Potássio ………………..1340,0 mEq/L
Cloreto…………………..1340,0 mEq/L
Osmolaridade …2682,72 mOsm/L
Cloreto de Potássio 15%
Cada mL da solução contém:
Cloreto de Potássio ……….. 150 mg
Água para Injeção ………q.s.p. 1 mL

CONTEÚDO ELETROLÍTICO
Potássio ………………..2010,0 mEq/L
Cloreto…………………..2010,0 mEq/L
Osmolaridade …..4024,0 mOsm/L
Cloreto de Potássio 19,1%
Cada mL da solução contém:
Cloreto de Potássio …………..191mg
Água para Injeção ………q.s.p. 1 mL

CONTEÚDO ELETROLÍTICO
Potássio ……………… 2560,0 mEq/L
Cloreto………………….2560,0 mEq/L
Osmolaridade …… 5124,0 mOsm/L

PRAZO DE VALIDADE
24 meses após a data de fabricação.

Outros Produtos

6-Água-para-Injeção

Água para Injeção

Solução de Glicerina 12%

13-Solução-de-Glicose-25%-e-50%

Solução de Glicose 75%

7-Solução-Glicofisiológico-1x1

Solução Glicofisiológico

4-Solução-de-Glicose-5%

Solução de Glicose 5%

3--Solução-de-Ringer-com-Lactato

Solução de Ringer com Lactato

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?